DICAS DE COZINHA

DICAS DE COZINHA

Para dar um sabor especial ao peixe, deixe-o mergulhado no leite antes de fritar.
Para saber se um peixe está fresco, observe os seguintes detalhes: ele deve ter olhos e escamas
brilhantes, guelras bem vermelhas e carne rija, resistente a pressão dos dedos.
Se o peixe for congelado, descongele diretamente no leite: ele ficará com sabor de peixe fres-
co.
O peixe assado não grudará na fôrma, nem perderá o sabor, se você forrar a assadeira com
fatias de batata crua.
Corte a cabeça do peixe depois que ele estiver assado, senão a parte cortada ficará seca e dura.
Para que o peixe asse por igual, coloque-o de barriga para baixo, aberto, na assadeira coberta
com papel de alumínio. O peixe ficará douradinho dos dois lados.
Ao fritar o peixe, coloque um ramo de salsa no óleo da frigideira. Ele ficará cheiroso e gosto-
so.
Aproveite o bagaço de limão que você usou para temperar peixe para esfregar na pia em que
o peixe foi limpo e lavado. Assim, você eliminara o cheiro desagradável.
Ao escolher peixe congelado, verifique na data de embalagem se os pedaços, as postas e os
filés foram cortados com muita antecedência . quanto mais nova for a data de corte, mais fres-
co será o peixe.
Depois de limpo, seque bem o peixe, separe em porções e embrulhe em sacos plásticos. Leve
ao congelador por ate 6 meses. Para descongelar, deixe na geladeira de um dia para o outro
(não é recomendável colocar o peixe em água para acelerar o descongelamento). Depois de
descongelado, o peixe deve ser consumido em até 24 horas.

Para que as suas receitas saiam corretamente é importante seguir algumas dicas
1º) Ler a receita inteira antes de começar a fazê-la.
2º) Siga a risca as instruções.
3º) Coloque todos os ingredientes a serem utilizados, já medidos corretamente no local que vai pre-
pará-lo, para não prejudicar a receita.
4º) Escolha a panela ou a forma com o tamanho correto para que não derrame o alimento e nem
grande demais, pois pode prejudicar a sua consistência.
10

Pescado Fresco e Resfriado
Fresco é o pescado que nunca foi congelado e é conservado no gelo.
Resfriado é o pescado devidamente conservado em gelo e mantido em temperaturas entre 0°C
e 2°C.
O pescado fresco/resfriado é a apresentação mais freqüente em peixarias por todo o Brasil.
O pescado fresco possibilita ao consumidor verificar a qualidade do alimento através do odor,
textura e coloração.

Pescado Congelado
O pescado congelado industrialmente é submetido a temperaturas inferiores a -25°C e de-
pois mantido obrigatoriamente a temperaturas inferiores a -15°C.
O congelamento industrial é feito muito rapidamente de forma que conserva melhor e di-
minui a perda de qualidade e umidade do pescado.
O congelamento é um eficiente meio de manter a qualidade do pescado, porém a data de vali-
dade deve ser sempre verificada.

Formas de descongelar o pescado
Na geladeira: é o método mais recomendado pois diminui a perda de água e garante a
manutenção da qualidade do pescado.
No microondas: sempre utilizar a opção ―descongelar‖ do microondas para garantir o descon-
gelamento uniforme.

ATENÇÃO: Nunca descongelar qualquer pescado em temperatura ambiente, porque não é uni-
forme e pode gerar perda de qualidade, umidade e permitir o crescimento de micróbios.

No caso de descongelamento domiciliar
Nunca congelar novamente um pescado que já foi descongelado.
O peixe pode ser congelado novamente se cozido e preparado.
O ideal é congelar peixes inteiros sem as vísceras, a pele é a melhor proteção do peixe.
Nunca congelar diversas espécies em um mesmo recipiente ou embalagem.
Sempre proteger bem o pescado com filme e sacos apropriados de primeiro uso.
Não sobrecarregar o freezer durante congelamento.
Sempre identificar no seu freezer as embalagens com as informações sobre o produto e a data
de congelamento.
11

PESOS E MEDIDAS
1 copo (do tipo americano) = 150ml
1 xícara (chá) = 150ml
¾ xícara (chá) = 112,5ml
½ xícara (chá) = 75ml
¼ xícara (chá) = 37,5ml
1 copo (do tipo de requeijão) = 250ml
¾ copo (do tipo de requeijão) = 187,5ml
½ copo (do tipo de requeijão) = 125ml
¼ copo (do tipo de requeijão) = 62,5ml
½ copo (do tipo de requeijão) = 125ml
1 colher (sopa) = 15ml
1 colher (sobremesa) = 10ml
1 colher (chá) = 5ml
1 colher (café) = 2,5ml
4 copos (do tipo de requeijão) = 1 litro
1 cálice = 9 colheres (sopa)

Farinha de Trigo
1 copo (do tipo americano) = 165g
1 xícara (chá) = 165g = 13 colheres (sopa)
¾ xícara (chá) = 123,75g = 9,75 colheres (sopa)
½ xícara (chá) = 82,5g = 6,5 colheres (sopa)
¼ xícara (chá) = 41,25g = 3,25 colheres (sopa)
1 copo (do tipo de requeijão) = 212g = 16 colheres (sopa)
¾ copo (do tipo de requeijão) = 159g = 12 colheres (sopa)
½ copo (do tipo de requeijão) = 106g = 8 colheres (sopa)
¼ copo (do tipo de requeijão) = 53g = 4 colheres (sopa)
1 colher (sopa) = 13g
1 colher (sobremesa) = 5g
1 colher (chá) = 2g

Farinha de Mandioca
1 xícara (chá) = 180g

Farinha de Rosca
1 xícara (chá) = 120g

Fubá
1 xícara (chá) = 160g

Amido de Milho
1 xícara (chá) = 100g
½ xícara (chá) = 50g
1 colher (sopa) = 15g

Arroz
1 xícara (chá) = 160g
1 colher (sopa) = 10g
12

PESOS E MEDIDAS
Macarrão
1 xícara (chá) = 100g

Manteiga
1 xícara (chá) = 150g
¾ xícara (chá) = 110g
½ xícara (chá) = 75g
1 colher (sopa) = 30g

Legumes
1 xícara (chá) = 100g

Sal
1 colher (sopa) = 16g
1 colher (sobremesa) = 6g
1 colher (chá) = 4g

Fermento em Pó
1 colher (sopa) = 15g
1 colher (sobremesa) = 7g
1 colher (chá) = 5g